.comment-link {margin-left:.6em;}

28.1.06

Dias sem árvores em Espinho

«Alguém que pode, mandou tronchar 4 árvores no recreio de uma Escola Secundária de Espinho. Consta que não foram necessárias reuniões, debates longos e fastidiosos rematados por actas a condizer, muito menos concílios de sábios ou pareceres de peritos. Rainha e senhora, a moto-serra decepou o que lhe mandaram decepar. Bastou uma manhã de azáfama, - a de 25 de Janeiro -, um punhado de braçais e outras tantas máquinas. Tudo a bem da segurança, a fazer fé no que ouvi dizer: o vento soprava forte de norte, vergava as árvores, ameaçando a dita segurança dos popós estacionados. Pelos vistos, os prédios de 3 andares, do outro lado da rua, a norte das árvores, não eram suficientes para conter a fúria da nortada.» (por Octávio Lima no Ondas3

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?


referer referrer referers referrers http_referer