.comment-link {margin-left:.6em;}

18.3.06

Desclassificações e justificações

A propósito do Quercus suber secular de Évora classificado em 2001 e recentemente abatido, chegámos ao documento oficial * que refere a sua desclassificação.
Vale a pena atentarmos na justificação para a desclassificação de outra árvore: uma Magnolia grandiflora classificada em 1995, cujo proprietário era a Junta de Freguesia do Olival (concelho de Ourém ):

«Magnolia grandiflora L. árvore vulgarmente conhecida por magnólia-sempreverde, existente junto à sede da Junta de Freguesia do Olival, concelho de Ourém. Esta desclassificação resulta do facto de este exemplar ter sido podado de tal forma que perdeu as características que tinham levado à classificação de árvores de interesse público.»


*http://www.iniap.min-agricultura.pt/ficheiros_legislacao/DespExtracto1039_06.pdf

Os nossos agradecimentos a António Ribeiro pela informação.

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?


referer referrer referers referrers http_referer